Qual o grande desafio das empresas no atual cenário de mudanças?

Desafios sempre existiram e sempre existirão para qualquer empresa que deseja crescer e manter os negócios prosperando. De tempos em tempos, mudanças são necessárias. A palavra “inovação” não é recente e veio bem antes de qualquer modelo de negócio disruptivo que conhecemos atualmente. Ou seja, os desafios sempre farão parte da vida de qualquer empreendedor e empresário, independente do segmento de atuação. Mas, quando falamos das recentes transformações na relação marca X consumidor, na atuação baseada na análise de dados, em experiência do usuário, e em tantas outras vertentes do negócio e mudanças, quais os desafios a serem enfrentados?

A mudança que estamos tratando neste texto é o que vem sendo chamado de Transformação Digital. Ela é uma mudança estrutural e de mentalidade das empresas, que deve ser encabeçada e abraçada por seus líderes. O desafio começa na parte econômica, uma vez que as empresas precisarão incluir em seu quadro de funcionários profissionais qualificados capazes de compartilhar essa visão transformadora e serem capazes de identificar as reais oportunidades para a empresa. E não fica somente na contratação de funcionários, mas também no desenvolvimento de softwares e utilização de novas tecnologias. No entanto, é preciso encarar isso como um investimento e não um gasto desnecessário.

O estudo Operacionalização da Transformação Digital: Novos Insights para Fazer a Transformação Digital Funcionar, desenvolvido pelo Harvard Business Review Analytics Services (HBR-AS) e patrocinado pela XL Catlin, mostrou que 43% das empresas pesquisadas estão conseguindo resultados positivos investindo na transformação digital e aplicando o uso de tecnologia digital em todos os níveis da operação. No entanto, para o restante ainda existem barreiras a serem vencidas para que o resultado chegue. De todas as empresas do estudo, 80% disseram que o maior risco associado à digitalização é não entrar de cabeça na mudança.

Além da parte estrutural da empresa, envolvendo recursos humanos e tecnologias utilizadas, a transformação também afeta a forma como a comunicação da marca deve ser conduzida. A relação deixou de ser unilateral, onde a marca falava e o consumidor escutava, sem muitos meios disponíveis para réplica ou participação na narrativa. Com a mudança no comportamento social devido aos meios digitais, as empresas passaram a ocupar um lugar que antes só era ocupado por outro ser humano. Da mesma forma que escolhemos com quem nos relacionamos de acordo com afinidades ideológicas e comportamentais, agora fazemos o mesmo em relação a qual marca iremos consumir. A comunicação é muito mais pautada no relacionamento direto e transparente com o público-alvo do que na produção massiva de publicidade. Por isso, é importante que as marcas saibam conduzir a narrativa do seu negócio nos canais digitais e sejam ativas e relevantes dentro desse universo. O consumidor quer enxergar na marca que consome um discurso que ele tem afinidade e é condizente com seus valores e princípios. E é através desse relacionamento que a empresa será capaz de construir uma base de dados valiosa para uma atuação estratégica. A jornada de decisão do consumidor se tornou muito mais complexa. Segundo um estudo da Forrester, atualmente 63% dos profissionais de marketing utilizam mapas para monitorar o engajamento do público com a marca e seus estágios.

Por fim, é preciso ter em mente que a Transformação Digital é muito mais do que somente criar uma redes social para a sua marca, ou lançar um aplicativo, ou contratar um profissional de TI, ou passar a analisar dados de consumidores. É tudo isso, envolvendo estrutura empresarial, relacionamento com público-alvo, inovação e experiência do consumidor, mais uma mudança de pensamento que deve vir dos principais líderes e atingir todos os colaboradores. O caminho é longo, mas necessário.

© Anunciattho Comunicação 2017.

Site produzido por Inside Business Design.